3.04.2012

Percy Jackson e o Ladrão de raios



A primeira cópia do livro foi lançada no dia 14 de junho de 2005 pela Miramax Books,
com 384 páginas, em inglês.(Cuidado contém spoilers)



            O primeiro livro da série introduz Percy Jackson, um garoto de 12 anos com TDAH e dislexia.
Percy estuda na Academia Yancy, uma escola de primeiro grau para crianças com problemas. 
O livro começa com Percy e seu melhor amigo Grover Underwood em uma viagem de campo.
Durante a viagem de campo, Percy é atacado por Alecto, uma criatura mitológica conhecida como Fúria, 
que estava disfarçado como sua professora de iniciação álgebra, Sra. Dodds. Percy mata Sra.
Dodds com uma espada poderosa chamada Anaklusmos, ou Contracorrente, que está disfarçada
como uma caneta, Sr. Brunner, seu professor de latim, a jogou para Percy. Após a Sra. Dodds está morta,
todo mundo se comporta como se ela nunca tivesse existido, o que, sem o conhecimento de Percy, 
é por causa da névoa, uma aura mágica que pode manipular os pensamentos e as memórias dos mortais.
Então, a caminho de casa no final do ano com Grover, Percy vê três velhas cortando um fio, 
isso perturba Grover, e ele começa a resmungar coisas estranhas. Percy vai para casa, 
abandonando seu amigo Grover Underwood, e confronta seu padrasto Gabriel "Gabe" Ugliano. 
Percy retrata seu padrasto como um homem feio com idade perto dos quarenta anos e com um odor estranho. 
Após brigar com o padrasto ele vai de férias para Montauk com a sua amada mãe, Sally Jackson,
mas as condições meteorológicas ficam terríveis. Percy diz para sua mãe o que tinha visto na
viagem de campo. Sua mãe, juntamente com Grover, que se revela um sátiro, leva-o para o Acampamento
Meio-Sangue, um acampamento localizado ao redor de Nova Iorque para semideuses, crianças com o pai 
ou a mãe deus do Olimpo. No caminho para o Acampamento Meio-Sangue, eles são atacados pelo Minotauro, 
que aparentemente mata sua mãe; Percy, por sua vez, mata o Minotauro. Depois da batalha Percy acha o
Acampamento Meio-Sangue e leva Grover desacordado, com sigo.
No acampamento ele conhece Annabeth Chase, uma filha de Atena, e, surpreendentemente, o 
Sr. Brunner, que é na verdade Quíron, um centauro e diretor de atividade do acampamento.
No acampamento existem 12 chalés, que correspondem com os doze deuses do Olimpo. Percy fica
no chalé de Hermes, um lugar onde semideuses não reclamados ficam. Não muito tempo após sua
chegada, Poseidon, o deus do mar, reclama Percy como seu filho durante um jogo de capturar
a bandeira. Ele é colocado no chalé de Poseidon, onde é o único residente. Percy recebe tratamentos
estranhos dos campistas por ser um filho de um dos Três Grandes, Zeus, Hades e Poseidon.
Percy é então acusado de roubar o Raio Mestre de Zeus, então são dados a ele, Annabeth e Grover
, 10 dias para devolver o raio para o Monte Olimpo, (que por sua vez é atualmente localizado no 
Empire State Building) a fim de impedir uma guerra entre os deuses e salvar sua mãe, já que Percy 
descobre que ela foi levada como refém ao Mundo Inferior por Hades. Eles vão a uma missão nos Estados
Unidos e encontram vários monstros no caminho, como a Medusa, Equidna, e outros. É revelado que Luke, 
filho de Hermes, que fez amizade com Percy no acampamento, e Ares, deus da guerra, roubou o raio para
Cronos que está tentando subir do Tártaro. Eles conseguem voltar ao acampamento no final do livro, 
onde Percy toma a decisão de ficar em casa durante o ano, e só ir para o acampamento durante o verão,
contra a vontade da Quíron.(fonte: Wikipédia)


Este é um livro emocionante, e apesar de muitos compararem Percy Jackson com Harry Potter, eles são bem diferentes, claro que é impossível não comparar o fato de eles serem dois "rejeitados" pelo mundo e não se encaixarem na sociedade em que vivem, mas a semelhança acaba ai. Percy Jackson não tem um só inimigo mas vários que ao decorrer do tempo vão aparecendo e dando um drama e suspense enorme a essa trama que Trata de mitos e lendas, contadas de uma forma tão emocionante que é dificil de tirar os olhos das paginas...



                                Patricia Fernandes Vahl  


Nenhum comentário:

Postar um comentário

Colaboradores Ocasionais