6.25.2018


SINOPSE: Elas despertaram, famintas. Agora, enquanto o mundo afunda no caos, e pessoas são devoradas nas próprias camas, nada parece capaz de conter a expansão. Segundo livro da trilogia que começou com a A colônia.Ao receber um pacote em seu laboratório, em Washington, a dra. Melanie Guyer não poderia prever que, de um dia para o outro, a espécie ancestral de aranhas que eclodiu daquela bolsa de ovos causaria o caos no mundo inteiro. Em Los Angeles, cidadãos desesperados furam a quarentena. No Japão, uma bolsa de ovos gigantesca pulsa e brilha na escuridão. Enquanto Espingarda e Gordon tentam criar uma arma capaz de conter as aranhas, a presidente Stephanie Pilgrim é pressionada a tomar decisões com consequências catastróficas. Milhões de pessoas estão mortas. Outras milhares foram feitas de hospedeiras. Aranhas devoradoras de carne marcham por todo lugar, e a expansão está só começando. Ninguém está a salvo.

Ficha técnica
Autor: Ezekiel Boone
Editora: Suma
Ano: 2017
Páginas: 285
Voltamos em A expansão ao caos gerado pelo ataque das aranhas em A Colônia. Um mundo dividido, cheio de temores está aguardando para ver o que irá acontecer, as aranhas se foram? O mundo está seguro novamente?

Neste livro iremos descobrir que a primeira onda, com aranhas carnívoras, que mataram milhões de pessoas não foi o fim, e muito mais está por vir. Por todos os cantos se encontram bolsas de ovos, algumas com aspecto de fosséis, outras com aspecto de que irão eclodir a qualquer momento.

Medidas drásticas serão tomadas e muitos pontos começarão a fazer sentido. Mas a principal pergunta, porque elas estão aqui?, ainda está longe de ser respondida.

A trama criada por Ezekiel Boone é digna de ser exaltada, todo  o mistério por trás do surgimento das aranhas e a catástrofe sem precedentes pela qual o mundo está passando é muito bem desenvolvida.

Apesar de ter gostado muito deste volume algo que me incomodou bastante foi o arrastar das informações, podemos imaginar que elas serão necessárias em algum momento, mas meu sentimento durante esses momentos arrastados foi que o autor estava enchendo linguiça.

Enquanto o primeiro livro teve uma urgência nos acontecimentos este parece se arrastar muito mais que o necessário, tornando a leitura muito demorada e até desestimulante.

Enfim, acredito que se tivéssemos o mesmo ritmo de A colônia o livro seria muito mais prazeroso.

E você, já leu algum dos livros lançados desta trilogia? Me conte!

MINHA NOTA

ONDE COMPRAR: AMAZON SARAIVA

6.19.2018

Olha que novidade legal está chegando na Editora Avec!


Saiba mais sobre Betina Vlad – a mais nova série de aventura e fantasia da AVEC Editora.


A Filha do Drácula vai ter que desvendar os mistérios de um castelo, enquanto tenta lidar com a Inquisição Branca e Van Helsing.

Aos 16 anos, ela descobriu ter poderes sobrenaturais. Mas mais do que isso, a fonte de seus poderes tem tudo a ver com sua herança: ela é filha de Drácula. Nossa aventureira é BetinaVlad. Ela parte em uma jornada de aventura e terror por um castelo que guarda segredos, desafios e traições. Tudo isso enquanto ela e seus amigos precisam lidar com a Inquisição Branca – que mantém presa uma amiga deles – e o caçador de monstros Van Helsing.

Essa é a proposta do próximo lançamento da AVEC Editora, o livro BetinaVlad e O Castelo da Noite Eterna, primeiro romance da série, escrita pelo consagrado escritor Douglas MCT, autor de O Coletor de Almas, da série de livros Necrópolis, dezenas de contos em coletâneas, além de quadrinhos para Turma da Mônica, Hansel&Gretel, SUPER e Edgar Alan Corvo.
De Drácula à X-Men, passando por Percy Jackson...

O equilíbrio entre humor e aventura da série Percy Jackson, os Dráculas mais clássicos do cinema (de Bela Lugosi à Gary Oldman, passando pelo imortal Christopher Lee), assim como clássicos do terror (Frankenstein, O Monstro da Lagoa Negra, Lobisomem), bebendo muito de HQs e até de fontes mais improváveis (como TeenWolf, ParaNorman e Coraline), essa é a mistura de referências que faz de BetinaVlad uma obra tão cativante:

“Mas não mais do que o do livro original de BramStoker, que inclusive serviu de base para estruturar a maneira como disponho os capítulos do livro, divididos entre a narrativa em primeira pessoa, as cartas e outros meios de comunicação”, explica o pai de Betina no mundo físico, o escritor Douglas MCT. 

“Os quadrinhos de Academia Gotham, Jovens Titãs e X-Men também foram importantes para alguns elementos que eu queria desenvolver no enredo e no espírito geral da coisa, tanto pelo tom juvenil que algumas dessas HQs apresentam, quanto pela questão de representatividade que os mutantes estabeleceram há mais de três décadas e são fundamentais em minha série também”, ressalta ele.

Filha de muitas mulheres?

Apaixonado por monstros, Douglas MCT é conhecido por escrever dark-fantasy, o subgênero onde a fantasia e o terror se encontram, o autor teve que sair da zona de conforto para imprimir em sua “filha” uma dose maior de autenticidade à protagonista:

“Sou um homem de 35 anos, que teve a infância entre os anos 80 e 90. Não sou uma garota millennial de 16. Então tive de sair da minha zona de conforto e vestir uma camisa diferente, para dar autenticidade para a protagonista, tanto quanto mulher, como quanto adolescente, sem cair em estereótipos machistas ou clichês, que poderiam empobrecer a personagem”, revela.

Betina recebe um pouco das pessoas que convivem ou conviveram com Douglas: a última ex-namorada (que tem 30 anos), tanto no modo de falar quanto nos trejeitos, o irmão e os irmãos dele (entre 15 e 18 anos).

“Achei importante também que a história, antes da edição final, passasse por algumas mulheres, para ver se a voz que usei para uma garota de 16 anos era verossímil, dessa forma a obra foi parar nas mãos de duas pessoas incríveis, a Larissa de 19 anos, e a Camilla de 35, que deram suas visões distintas e ajudaram a arredondar o que faltava”, diz o pai de Betina.

Mas Betina... Uma série será?

Sim, será. De 4 livros e com quadrinhos com histórias derivadas. E a série já tem nome, inclusive: Betina Vlad e os Sobrenaturais. Tudo começou em 2017, quando Douglas MCT conheceu o editor da AVEC Editora, Artur Vecchi, para outro projeto. 

“Ele me perguntou se eu não tinha algo novo, foi quando apresentei BetinaVlad. O Artur curtiu muito a ideia e colaborou com vários detalhes que ajudaram a compor o que hoje é essa coleção de livros”.

Em um ano, Betina Vlad e o Castelo da Noite Eterna estava escrito, editado e revisado. Faltava agora um artista para dar cara ao projeto. Como Betina Vlad tem uma pegada mais dinâmica e jovem, o caminho era escolher uma arte com"cara de gibi" para a capa do livro. Foi assim que a AVEC contratou o carioca Michel Mims, que segundo Douglas: “Conseguiu imprimir de maneira certeira esse visual para a capa, quarta-capa e para os personagens, com um efeito melhor do que o esperado”.

De acordo com o autor, os leitores podem ir se preparando para encontrar muita aventura, perigos pelo caminho, alguns mistérios e um tanto de terror e até humor:

“Porque o sarcasmo da protagonista e o perfil de alguns outros personagens, fornece muito esse lado pro enredo também. Procurei equilibrar várias sensações dentro do gênero, sem cair em lugares-comuns, com uma narrativa dinâmica e que, apesar das inspirações diversas, segue um caminho próprio e que muito provavelmente vai surpreender quem chegar até o final. Eu realmente optei por subverter um dos elementos típicos em histórias juvenis, dentro do espírito da obra, é claro. Mas acima de tudo, espero que meus leitores se divirtam muito lendo BetinaVlad e o Castelo da Noite Eterna”, revela Douglas MCT com entusiasmo.

Betina Vlad Original Soundtrack

Uma página oficial no Facebook foi criada para apresentar mais desse universo de BetinaVlad, com várias curiosidades. Se você quer saber mais, confere lá, é este o LINK. Você também encontra mais informações sobre ela no site do autor, AQUI.


Mais um livro quente e aguardado chegando pela Faro Editorial! Terceiro livro da série Big Rock ele está vindo para arreganhar seus corações!

SINOPSE: Ele é o mestre das ferramentas... e sabe usá-las como ninguém. O empreiteiro Wyatt é bem-sucedido, inteligente, engraçado, bem... servido, mas nada organizado! Para lidar com a burocracia do negócio e ajudar na expansão de sua empresa, ele contrata a super eficiente Natalie. Os dois tem uma forte atração sexual, mas mantêm a relação apenas no âmbito profissional.... SEMPRE LEVO AS MULHERES À LOUCURA, SEJA NAS OBRAS QUE CUIDO OU DEBAIXO DOS LENÇÓIS.Isso até eles se verem num bar de Las Vegas e receberem uma notícia desastrosa. Para salvar a noite eles resolvem curtir tudo que a cidade do pecado tem a oferecer... desde uma certa montanha-russa até uma capela para casamentos rápidos. E o problema é que o que aconteceu em Vegas, não ficou em Vegas...E a cada dia me sinto mais tentado a mudar o status do meu relacionamento com a Natalie. Não sei se a trato como minha ex-esposa ou se coloco um anel de verdade no dedo dela. O QUE NÃO TENHO DÚVIDAS É QUE NINGUÉM DEIXA MINHAS FERRAMENTAS EM PONTO DE BALA COMO ELA... E ISSO É ASSUSTADORAMENTE DELICIOSO.


Ansiosas??
A tão aguardada continuação de Horror na Colina de Darrington finalmente ganhou capa e já está em pré venda! Bora conferir?

SINOPSE: “Em Dança da Escuridão, a aguardada sequência de Horror na Colina de Darrington, Ben Simons desperta abruptamente e se vê amarrado a uma cadeira de metal, imerso no breu de um local desconhecido. A voz que grita é a de um homem misterioso e sem escrúpulos, que não poupará esforços para extrair de seu interior a obscura confirmação que tanto deseja... o mal presente na sua origem.

Agora, para entender o que aquilo significa, o que o colocou na situação de alvo da seita, e tentar salvar todos que estão em perigo por sua causa, ele precisará remontar seus passos desde muito antes da fuga do sanatório ou do episódio na Colina de Darrington e confrontar os tentáculos da aterrorizante Organização, que se mostram cada vez mais presentes em todos os lugares. O tempo é curto.

QUANTO DO BOM MENINO AINDA RESTA? O QUANTO AGORA É ESCURIDÃO?”

Lançamento em Julho
Pré venda:


6.15.2018


SINOPSE: Em 2004, Benjamin Simons deixa o orfanato em que viveu desde a infância para ajudar alguns parentes num momento difícil: com sua tia debilitada e o tio trabalhando dia e noite, precisavam de alguém para tomar conta de sua prima Carla, de apenas cinco anos de idade.

No entanto, certa madrugada, a tranquilidade da colina de Darrington é interrompida por um estranho pesadelo, que vai tomando formas reais a cada minuto. Logo, Ben descobre-se preso numa casa que abriga mistérios, onde o inferno parece mais próximo e o mal possui uma força evidente.

Passaram-se mais de 10 anos. Isso tudo aconteceu quando Ben estava com dezessete anos, e foram experiências das quais ele preferia esquecer completamente…

Mas aquele passado o acompanha de perto. Ben sente que precisa voltar e sabe que, ou desvenda tudo ou sempre viverá com medo. Então, ele decide contar, e traz numa narrativa angustiante e rica em detalhes tudo o que viveu e todas as batalhas impensáveis que travou para tentar manter a si próprio e a jovem prima em segurança. E se descobre no centro de uma conspiração capaz de destruir até a sua própria sanidade.

Onde termina o inferno e começa a realidade?

Ficha técnica
Autor: Marcus Barcelos
Editora: Faro Editorial
Ano: 2016
Páginas: 144
A Glória de uma boa história é que ela seja ilimitada e fluente. A história pertence a cada leitor de forma particular e a sua própria maneira. [Nota do autor - pág. 12]

Em Horror na Colina de Darrington conhecemos Benjamin Simons, orfão que vive muito bem no Orfanato St. Charles em South Hampton. Apesar de ser orfão ele descobre que tem um tio, irmão de seu pai, e acaba indo ajuda-lo quando sua tia adoece.

Ele ama demais sua priminha de 5 anos, Carlinha, estando na casa que seu tio comprou ele se sente estranho desde o primeiro momento, e aos poucos vai descobrindo que um terror inominável vive naquela casa.

O suor escorria pela minha testa e meu coração batia violentamente. A última lembrança que eu tinha ainda pulsava em minha mente com aterrorizante nitidez, mas a sensação de ter despertado completamente arfante fez tudo parecer ainda mais confuso. Teria sido um pesadelo?
Durante toda a narrativa do livro vamos endo vislumbres do que realmente está acontecendo, e Ben vai descobrir da pior maneira os segredos daquela casa e da sua família.

Ao sair para o corredor, avistei mais velas negras em pontos distintos pelo chão. E muito sangue. Meu estomago se contorcia de forma cada vez mais violenta.

Dez anos se passaram desde que ele foi encontrado em meio a que chamaram de Horror na Colina de Darrington, e preso em uma clinica psiquiátrica  Ben finalmente fala sobre tudo que ocorreu, será que tudo é verdade ou uma alucinação? Ele mesmo não consegue definir o que aconteceu, mas uma coisa é certa: algo de muito ruim está acontecendo e Darrington não foi o final.

Chorei pensando no que estava por vir e por não saber se eu teria coragem necessária para enfrentar.

Não crie expectativas, pois você não sabe o que vai encontrar. Esse é o meu primeiro conselho ao pegar Horror na Colina de Darrington para ler. Esse não é um livro como qualquer um de terror, não espere que a historia esteja mastigadinha, pronta para ser consumida, não senhor, Marcus Barcelos trouxe um livro que precisa ser sentido, na urgência que ele ocorre.

Assim como para mim foi uma grata surpresa, um livro de horror que me prendeu desde a primeira página, para outras pessoas pode ter sido menos que incrível. Então tire as suas próprias conclusões, leia sem expectativas e irá se surpreender. 

A edição de Horror na Colina de Darrington está maravilhosa, trazendo uma experiência de leitura intensa, as ilustrações internas, feitas pelo ilustrador Thomaz Magno, foram pensadas para surpreender o leitor a todos os momentos.

E você já leu este livro? Me conte as suas impressões!

MINHA NOTA

ONDE COMPRAR: AMAZON SARAIVA
Este livro foi uma cortesia da Faro Editorial

6.14.2018

Olha esse lançamento maravilhoso da autora Míddian Meirelles na Amazon! Estou encantada com a sinopse!

SINOPSE: Ex bom é ex...trogonoff!

Vivi tem uma lista razoável de ex-namorados. Dez, para ser mais exato.
Talvez seja muito para alguns. Talvez seja pouco para outros. Para ela? Tentativas de encontrar o verdadeiro amor em meio à um compilado de histórias divertidas, dramáticas e talvez um pouco complicadas e confusas. O seu desejo? Parar com o estereótipo, ou sina, adquirida ao longo de tantos relacionamentos fracassados, deixando de ser uma eterna ex-namorada e viver o seu almejado “ felizes para sempre”.

Mas como continuar acreditando nesse final feliz depois de tudo?

COMPRE AQUI


6.12.2018



SINOPSE: Era uma vez uma adorável e indefesa donzela que dorme profundamente anos a fio – vítima de uma maldição – antes de ser resgatada pelo belo e corajoso príncipe encantado. Mas essa é apenas a metade da história.

E quanto à Fada das Trevas, Malévola? O que a levou de fato a sucumbir à maldade e ao ódio a ponto de desejar o mal de alguém? Por que ela amaldiçoa a princesa inocente?


Este é um relato passado ao longo dos séculos. É uma história de amor e de traição, de magia e de fantasia, de perdão e de arrependimento. É a história da Rainha do Mal.


Ficha técnica
Autor: Serena Valentino
Editora: Universo dos Livros
Ano: 2018
Páginas: 240
Peguei este livro para ler em um momento de ressaca, sabe quando não consegue finalizar nada? Nem começar direito? Então estava em uma dessas fases e pensei, porque não?

Em Malévola: A Rainha do mal conhecemos a versão da história de Malévola e os motivos que a tornaram má.

Malévola era uma pequena fada, sem asas, diferente de todas as outras, que foi abandonada em uma arvore oca. As outras fadas não queriam chegar perto ou falar com ela, então os corvos a ajudaram até que a 'babá' chegasse. Uma fada que acolheu e ensinou a Malévola que existe amor.


Ela não se sentia má.Ela se sentia como qualquer outro ser. Pelo menos achava que sim. Pensando melhor, ela não sabia como todos os outros se sentiam. Talvez ela fosse má.

Este é um livro com muitas emoções, como contar tudo que levou Malévola ao derradeiro fim sem contar a história? Bem difícil.

Este livro é um dos últimos de uma série de livros que conta as versões dos 'vilões', então lendo ele temos uma visão de o que aconteceu nos outros e como tudo está interligado neste mundo de contos de fadas.

E, então, algo um tanto triste ocorreu a Circe: familiares são capazes de causar mais danos do que qualquer outra pessoa. Famílias eram um sofrimento verdadeiro. Elas tem a capacidade de lhe arrancar o coração como ninguém mais.

Malévola é a meu ver uma das vilãs mais injustiçadas de todas, eu sempre imaginei quais seriam as motivações dela no filme (A Bela Adormecida) e ao assistir Malévola fiquei bem satisfeita. Mas este livro satisfez muito mais o meu desejo de descobrir de onde veio o mal que impregnou a alma daquela 'bruxa'.

Muitas perguntas são respondidas neste livro, e eu achei isso sensacional. Não posso prometer que lerei todos os outros desta 'série' mas tentarei.

Analisando a fundo a história conseguimos perceber o quanto as 'pessoas boas' podem ser causadoras de grande mal. Porque no final tudo se resume a incapacidade de aceitar alguém diferente e de como tentar se adequar e ser o que todos imaginam que você seja te torna algo que você não é.

Enfim, posso estar exagerando e ter sido influenciada por meus hormônios quando estava lendo, mas esse livro mexeu bastante comigo, principalmente as revelações finais. Então se você curte contos de fadas e tem uma quedinha pelos vilões, leia, se emocione um pouco, e depois venha me contar!

Fiquem com mais um trechinho maravilhoso!

Pelo amor de Deus, juntando-se bruxas e fadas não conseguimos pensar em alguma coisa mais original? Estou farta disso. Porque uma jovem precisa de um homem para salvá-la? Por que uma princesa não pode lutar pela própria vida, romper sua própria maldição? Por que tem sempre que ser um príncipe? Por Hades, quero matar o Príncipe Felipe só por principio, só para não termos mais um príncipe beijando uma garota adormecida e indefesa, fazendo com que ela sinta que deve se casar com ele por gratidão.


MINHA NOTA

ONDE COMPRAR: AMAZON SARAIVA

6.11.2018



Como Treinar O Seu Dragão 3 - Em 2019 nos cinemas.

Gênero: Épico de Animação/Aventura
Elenco: Jay Baruchel, América Ferrera, Cate Blanchett,
Kit Harrington, Craig Ferguson, F. Murray Abraham Escrito e Dirigido por: Dean DeBlois
De DreamWorks Animation vem o final esperado de uma das franquias de animação mais populares da história do cinema, como treinar seu dragão: o mundo oculto.
Baseado nos livros de: Cressida Cowell Produzido por: Brad Lewis, Bonnie Arnold  
O que começou como uma improvável amizade entre um viking adolescente e um terrível dragão do Night Fury tornou-se uma trilogia épica que abrange as suas vidas. Neste próximo capítulo, Soluço e Desdentados finalmente descobrirão seus verdadeiros destinos: o chefe da aldeia como governante de Berk ao lado de Astrid e o dragão como líder de sua própria espécie. À medida que os dois ascendem, a ameaça mais sombria que enfrentaram - bem como a aparência de uma Fúria da Noite - testará os laços de seu relacionamento como nunca antes.
Para Como Treinar o Seu Dragão: O Mundo Oculto, o diretor da série Dean DeBlois retorna ao lado do elenco de estrelas. O filme é produzido por Brad Lewis (Ratatouille, ANTZ) e pela produtora da série Bonnie Arnold (Toy Story, Tarzan), How to Train Your Dragon.


6.07.2018


SINOPSE: Quando se fala de empregos no inferno, ser um Súcubo parece bastante glamuroso. Uma garota pode ser qualquer coisa que ela quiser, o guarda-roupa é de matar e homens mortais farão qualquer coisa por apenas um toque. Claro, eles geralmente pagam com suas almas, mas por que ser tão técnico?Mas a vida da Súcubo de Seattle Georgina Kincaid é muito menos exótica. Seu chefe é um demônio de médio escalão com uma queda por filmes do John Cusack. Seus melhores amigos imortais (ou melhores amigas …) ainda não pararam de provocá-la por causa da vez em que ela se transformou na Deusa Demônio, completa, com chicote e asas.

E ela não consegue ter um encontro decente sem sugar parte da vida do cara. Ao menos ela tem seu emprego diário em uma livraria local – livros de graça; Todos os mochas de chocolate branco que ela conseguir tomar; e acesso fácil ao sexy escritor de bestsellers, Seth Mortensen, aka Aquele por Quem Ela Daria Tudo Para Tocar mas Não Pode.
Mas os sonhos sobre Seth vão ter que esperar. Algo estranho está acontecendo no submundo demônio de Seattle. E, dessa vez, todos os seus charmes e cantadas de cair morto não vão ajudá-la porque Georgina está para descobrir que há algumas criaturas que tanto Céu quanto o Inferno querem negar…




Ficha técnica
Autor: Richelle Mead
Editora: Essencia
Ano: 2010
Páginas: 299
Série: Georgina Kincaid
Volume: 1
Este é um livro para quem gosta muito de sobrenatural, Richelle Mead é famosa por sua série Academia de Vampiros, mas muitos não conhecem a série Georgina Kincaid. Essa série tem de tudo, desde romance à luta pela vida. E o primeiro livro é uma entrada para um mundo cheio de surpresas.

Súcubo (s.m.) – Fascinante criatura do mal, do sexo feminino. Capaz de mudar de forma; seduz e dá prazer a homens mortais.Patética (adj. f.) – Uma súcubo com sapatos fantásticos e sem nenhuma vida social. Ver: Georgina Kincaid.

Para começar a falar do livro eu precisei colocar essa definição, que realmente descreve a nossa “heroína “. Você pode pensar – “ mas ela é um demônio” – bem, ela realmente é, um demônio com sérios problemas de consciência.

Georgina quer viver uma vida normal em seu trabalho na livraria que ama, envolta pelos livros e tudo que ela gosta, mas não é tão simples assim, ela tem metas a cumprir e seu ‘chefe’ não deixará que ela se desvie do seu objetivo.

A coleção Georgina Kincaid aborda um mundo muito diverso. Encontramos na roda de ‘amigos’ de Georgina, um demônio (Jerome), um anjo (Carter), Vampiros e outros seres sobrenaturais bem interessantes. Georgina é uma leitora inveterada, amante de livros e apaixonada pelos livros de um escritor, Seth Mortensen. Quando finalmente o conhece sua vida fica de pernas para o ar.

— Você vai transar com ele?– Eu… o quê? – por um instante pensei que o anjo me perguntava sobre o caçador de vampiros – Você quer dizer com Seth Mortensen? […] Transar com Seth Mortensen? Santo Deus. Era a coisa mais absurda que eu já tinha ouvido. Era o fim da picada. Se eu absorvesse a energia vital dele, sabe-se lá quanto tempo levaria para o próximo livro sair.

Acusada de matar um vampiro, ela fica sob suspeita de seu ‘chefe’ e vigiada o tempo todo, e acaba virando alvo em uma caçada a seres sobrenaturais. O que ela poderá fazer para se safar deste perigo? Contando com a ajuda de seus amigos, Georgina vai em busca do culpado (ou culpados) de tudo que está acontecendo. 

Sem deixar de lado o romance, Richelle trás o envolvimento entre Georgina e Seth, uma relação impossível na mente dela, que não quer condenar o seu amor a danação eterna. Mas Seth não pensa assim, para ele nada é impossível.


Para Tétis,Com grande atraso, eu sei, mas com frequência as coisas que mais desejamos só vêm depois de muita paciência e empenho. Creio que é uma verdade humana. Até Peleu sabia disso.Seth[…]– Tétis e Peleu… Eles eram os pais de Aquiles, não é?[…]—Você conhece o resto da historia? Perguntou Doug, ansioso. […] Sobre Tétis e Peleu. – fiz que não com a cabeça, e ele continuou, num tom professoral. – Tétis era uma ninfa do mar, e Peleu era um mortal que a amava. Só que, quando ele chegou nela para cortejá-la ela literalmente virou um bicho. […] Ele chegou nela, e ela se transformou num monte de coisas horríveis, para aterrorizá-lo. Animais selvagens, forças da natureza, monstros, de tudo.– O que… o que ele fez?– Ele aguentou firme. Agarrou-a e não a soltou, enquanto ela passava por transformações horríveis. Não importava o que ela virasse, ele continuava agarrado a ela.– E então?- eu mal conseguia ouvir minha própria voz.– Ela finalmente se transformou em uma mulher e permaneceu como mulher. Eles então se casaram.

Richelle Mead nos trás drama, ação, romance, humor e muito mais em seus livros; a série Georgina Kincaid é um exemplo, ela leva suas pesquisas a fundo e não deixa nenhuma ponta solta. Este é um livro muito divertido e romântico, recomendo a todos que gostam da Richelle Mead e de seus viciantes livros.

Confesso que a capa deste livro não é das mais atraentes, então o que me motivou a lê-lo foi a autora, na época (tanto tempo que nem lembro) eu li em pdf, não esperava muito, nem havia visto a capa e me maravilhei com a complexidade da história. Então sempre que posso recomendo a leitura.

E você já essa série? Conhece a Georgina? Vem me contar!

MINHA NOTA

ONDE COMPRAR: AMAZON SARAIVA
Esta resenha foi postada originalmente em Portal JuLund


Colaboradores