7.17.2018


SINOPSE: Estamos no início dos anos 1980, há mais de 30 anos a humanidade convive com os atingidos pelo xenovírus Takis-A, mas a integração ainda caminha a passos lentos. Os abençoados pelo vírus combatem os perigos da Nova York que nunca dorme. Os amaldiçoados, com suas deformidades e mutações bizarras, lutam pela sobrevivência no Bairro dos Curingas. E, no céu, uma ameaça espreita a humanidade, aguardando a oportunidade certa para lançar seu ataque. Um ser extraterreno chamado o Enxame ruma para a Terra, ao mesmo tempo em que alguns ases planejam uma conspiração para controlar o mundo... Este é o segundo volume da série Wild Cards, que foi construída por diversas mentes inteligentes, e organizada pelo gênio George R.R. Martin, que criou pessoalmente este cenário para jogar RPG com os amigos, também escritores de fantasia. Tente a sorte e tire sua carta!

Ficha técnica
Autor: George R.R. Martin
Editora: Leya
Ano: 2013
Páginas: 400
Wild Cards é uma série organizada e editada por George R.R. Martin baseada em jogos de RPG que o autor é muito fã.

A série já conta com 23 livros publicados lá fora e já tem contrato para ser adaptada para uma série televisiva. Ases nas Alturas é o segundo livro publicado aqui no Brasil pela Editora Leya, que já conta com 9 livros publicados no Brasil.

Em Ases nas alturas nos deparamos com uma sociedade já acostumada com os Ases e Coringas, mutações causadas pelo Vírus carta selvagem. Neste volume vemos o desenrolar de uma trama de conquista do planeta, envolvendo uma seita religiosa muito antiga, traição e mentiras.

Tachion, o alienígena da raça responsável pelo vírus se vê dividido entre as tramas de seu povo e um grande inimigo que chegou a terra.

Apesar de ser apenas o segundo volume de uma série tão grande nota-se nitidamente a evolução da trama, enquanto o primeiro livro foi bem introdutório, o segundo trás tramas intrincadas e deixa um gostinho de quero mais. 

Pra quem curte uma história com desenvolvimento intrincando e várias tramas (porque elas são todas paralelas e igualmente importantes) é uma ótima série, e apesar de ver que tem muito ainda pela frente neste universo intrincado é possível desistir dela no livro 2 sem nenhum prejuízo, pois a trama principal deste livro é resolvida, porém não acredito que quem chega ao final dele queira desistir desta trama tão envolvente.

Bom galera vou ficando por aqui. E você já conhecia essa série ou já leu algum dos livros? 


MINHA NOTA

ONDE COMPRAR: AMAZON SARAIVA

7.12.2018


SINOPSE: As pessoas costumam dizer que a primeira vez a gente nunca esquece. Alice só não sabia que a primeira crise de ansiedade também estava nessa categoria. Ela nunca pensou terminar sua graduação com sete quilos a mais do que gostaria, chutada pelo seu namorado, desempregada e (ainda) morando com os pais. E nunca pensou, principalmente, que o Transtorno de Ansiedade Generalizada faria parte do seu cotidiano.
Alice está com 23 anos, e não tem ideia do que fazer ao ver seus planos desabarem. As pessoas esperam que ela siga o modelo de seu irmão, que parece ter a vida perfeita. Seus pais exigem que ela tome um rumo e esqueça o ex-namorado, que agora está com a garota com quem a traiu. Aos trancos e barrancos, Alice precisa se ajustar à vida adulta e a uma nova condição psicológica enquanto tenta encontrar a felicidade.


Ficha técnica
Autor: Duda Razzera
Editora: DigitalPen
Ano: 2018
Páginas: 260
Olá Bookaholics! Pensem em um livro difícil de falar! Além da Superfície é aquele tipo de livro que trava a garganta (em diversos momentos) então precisei dar um tempinho para conseguir falar dele, e aqui estamos!

Em Além da Superfície iremos conhecer Alice, Alice sofreu uma grande desilusão com seu namorado (cafajeste de marca maior) Gustavo. 

“Demorou, mas agora percebo que Gustavo nunca foi o namorado perfeito que imaginei. Ele não se tornou um babaca completo de repente, mas era assim desde o começo.”

Três anos de relacionamento, um relacionamento que até aquele momento ela não percebia o quanto a prejudicava, além de ela sofrer com Transtorno de Ansiedade Generalizada, acaba sem emprego morando com sua mãe e com uma relação conturbada com o pai, que se faz presente tentando reconquistar a mãe.

Alice é um exemplo de mulher, uma mulher que eu adoraria ser na verdade. Não se trata de um simples romance, Duda consegue descrever com perfeição o que uma pessoa com problemas de ansiedade sofre (sim gente eu sofro de ansiedade, não um caso tão grave como o descrito, mas sei como é) e isso dá uma veracidade tão grande a história de Alice que você imagina que ela está ali ao seu lado.

“O pior é reconhecer que tive uma crise de pânico por causa de um homem. Sinto-me pateticamente fraca e pensar sobre isso é como um soco na cara.”

Ela precisa se levantar, com a família pressionando que ela se reerga Alice acaba reencontrando velhos 'conhecidos', ao que parece o seu passado está retornando, só não conseguimos descobrir se isso é bom ou ruim.

“Pode ser impressão, mas aparentemente uma mandinga acontece após a entrega do diploma e, de repente, a gente passa de “filhinha querida do papai e da mamãe” para “o estorvo que virou adulto e quer brincar de Peter Pan.”
Aos poucos vamos conhecendo a rotina de Alice, uma mulher cheia de problemas que não desiste, ela volta a se relacionar com antigos affairs e não consegue distinguir seus sentimentos por um ou outro. Com a ajuda de seus amigos, e o apoio de seu irmão ele consegue se reerguer aos poucos. O mais interessante no livro da Duda é o fato de que não tem uma cura pra essa doença da Alice, ela não vai se curar, ela vai se tratar, vai ter dias bons e dias ruins, porém ela consegue lidar com isso, aceitando a sua condição e conseguindo o apoio da família e dos amigos. 

“Eu sou imperfeita e tenho medo de várias coisas, mas o medo não pode me paralisar. A minha ansiedade e crise de pânico não podem me paralisar. Eu posso ter uma vida normal, mesmo com esses obstáculos no meu caminho. Sei que posso.”

O romance do livro é maravilhoso e bem descrito, conhecemos uma Alice que quer esquecer e ela encontra em Lucas a pessoa perfeita para enlouquecer sem pensar no futuro, porém ela também tem o Marcelo, que foi seu primeiro beijo e que desperta nela um sentimento muito forte. São mais decisões, mais dúvidas, mas no fim ela consegue perceber tudo que é melhor para ela.

“Nossos olhares se fixam um no outro e, nesse momento, entendo que somos duas estrelas-cadentes prestes a entrar em colisão, mas não tenho nenhuma crise por causa disso. Quando ele me beija, não sei dizer se é por desejo ou alivio, eu me sinto uma pessoa normal de novo.”

As subtramas também deixam o livro ainda mais maravilhoso, sofri com Cris e sua dificuldade de se assumir para sua família, ri e chorei com Malu ao ver os seus dilemas de vida, e de como a relação de seus pais a afetou. Torci pela felicidade do Matheus (irmão de Alice) e me admirei com os pais de Alice, sempre em busca da felicidade. Enfim me encantei com a escrita da Duda, um chick lit que me encantou e me conquistou e que espero ver muito mais e em breve (viu Duda?).

MINHA NOTA

ONDE COMPRAR: EM BREVE
Este livro foi uma cortesia da Autora Duda Razzera

7.11.2018


SINOPSE: Em Dança da Escuridão, a aguardada sequência de Horror na Colina de Darrington, Ben Simons desperta abruptamente e se vê amarrado a uma cadeira de metal, imerso no breu de um local desconhecido. A voz que grita é a de um homem misterioso e sem escrúpulos, que não poupará esforços para extrair de seu interior a obscura confirmação que tanto deseja... o mal presente na sua origem. Agora, para entender o que aquilo significa, o que o colocou na situação de alvo da seita, e tentar salvar todos que estão em perigo por sua causa, ele precisará remontar seus passos desde muito antes da fuga do sanatório ou do episódio na Colina de Darrington e confrontar os tentáculos da aterrorizante organização, que se mostram cada vez mais presentes em todos os lugares. QUANTO DO BOM MENINO AINDA RESTA? O QUANTO AGORA É ESCURIDÃO?

Ficha técnica
Autor: Marcus Barcelos
Editora: Faro
Ano: 2018
Páginas: 256
Olá meus amores! Hoje vim aqui contar um pouco da experiência que foi ler Dança da Escuridão, e vou contar que foi bem impactante. A primeira coisa que vocês precisam saber é que esta resenha irá conter spoilers do primeiro livro Horror na Colina de Darrington.

Dança da Escuridão começa exatamente onde Horror na Colina de Darrington parou, Benjamin Francis Simons sendo resgatado por sua prima Amanda, e agora tudo está diferente. Dez anos se passaram e Benjamin passou por muitas provações, chegando a pensar em tirar a própria vida.

"Espumando, eu me debatia com brutalidade. Eu só queria sair dali e destruir alguma coisa. Sentir o gosto da morte. Eu salivava, sedento de vontade de matar alguém, de rasgar a carne de alguém com meus dentes. Qualquer um."

Em meio a perseguições e grandes revelações Benjamin se vê pendendo para um lado mal que ele nem imaginava que tinha. Afinal a história por trás das intensões da Organização são muito mais sérias do que eles podiam imaginar.

Neste livro temos uma dose grande de informações, aos poucos vamos entendendo toda a história da organização e principalmente porque Benjamin está tão envolvido e perturbado. Novos personagens são inseridos e tudo começa a ser esclarecido.

Não pense que tudo fica claro logo neste livro, junto com Benjamin vamos descobrindo tudo e os detalhes vão se tornando cada vez mais  sombrios e tensos.

"Romeo Johnson virou o corpo para trás e me encarou. Sua pele, ferida e descascada, estava branca como cera e suja de terra. Entre os seus olhos, negros e sem expressão, um grande buraco, tão profundo que eu conseguia ver a janela do outro lado. O sangue em excesso emplastara seu cabelo, manchando de vermelho-escuro o loiro desbotado."

O que mais gostei no livro de Marcus foi o fato de ir descobrindo com o personagem os detalhes da sua própria história, não vou mentir e dizer que não adivinhei nada da trama, mas as revelações que vamos tendo, no tempo que vamos tendo torna a leitura muito mais interessante e fluída.

Tentei não criar muitas expectativas neste livro, pois foi lançado dois anos após o primeiro, mas não me decepcionei, nota-se que a escrita do autor se torna mais intensa e fluida, e todo o enredo se entranha na sua cabeça e você se pega envolvido até o fundo nessa trama deliciosa. 

MINHA NOTA

ONDE COMPRAR: AMAZON SARAIVA
Este livro foi uma cortesia da Faro Editorial


7.06.2018


SINOPSE: Em O Castelo da Noite Eterna, Betina Vlad, uma jovem que aos dezesseis anos descobre que é uma sobrenatural, filha de Drácula, parte em uma jornada de aventura e terror por um castelo que guarda segredos, desafios e uma traição. Tudo isso enquanto ela e seus novos amigos monstros tentam resgatar uma garota como eles das garras da Inquisição Branca, ao mesmo tempo que são perseguidos por Van Helsing.

Ficha técnica
Autor: Douglas MCT
Editora: Avec
Ano: 2018
Páginas: 296

Vivemos em tempos de monstros.Sejam os de nosso imaginário, sejam os de carne e osso e terno e gravata ou os que aprendemos a temer ao perceber que eles tentam extinguir nossa luz. Não importa a conotação que você tira da palavra, vivemos em tempos de monstros. [Prefácio, pág. 7]

Olá Bookaholics! Hoje estou aqui para contar para vocês um pouco mais do que foi a experiencia de ler esse livro maravilhoso! Betina Vlad superou as minhas expectativas de uma forma muito boa!

Em O Castelo da Noite Eterna adentramos em um mundo cheio de ficção, aventura e muitos 'sobrenaturais', não os chamaremos de monstros pois isso está muito errado neste mundo criado por Douglas MCT. Betina é uma jovem diferente,  entre sua estranha fixação por filmes antigos de monstros e deu cabelo cinza descobrimos que ela é muito mais do que aparenta!

Betina descobre em meio a muita confusão que é filha do famoso Conde Drácula, uma mestiça que se vê inclusa em um mundo cheio de 'monstros' e mistérios.

— Você é Betina. Minha filha, suponho, hum?
Devo confessar que eu esperava ver o Gary Oldman de cartola.


Ela acaba se vendo no meio de uma guerra entre monstros e humanos, e isso trás muitas perguntas, ela deve ir para o Castelo da Noite Eterna para aprender a lidar com as seus 'poderes'.

Confesso pra vocês que não quero contar muito do enredo, para não estragar a surpresa, mas deixa eu falar um pouco sobre este livro.

É perfeito para quem gosta de aventuras no estilo jovem adolescente, uma referencia que combina bem com Betina Vlad é a série Percy Jackson, com uma pegada mais monstruosa. Nele encontramos os monstros mais famosos da literatura, temos Drácula, Mister Hyde, Dr. Frankenstein e até o famoso caçador Van Helsing, tudo isso escrito de forma simples e envolvente. 

É logico que naquela noite fiquei pensando em como os outros lidavam com a contraparte do professor Jekyll, se é que ela realmente existia ou se tudo não passava de ficção. Afinal Adam me ensinou que não devemos confiar nas biografias.

Claro que O Castelo da Noite Eterna é um livro mais introdutório, onde iremos conhecer mais do universo onde Betina irá ter as suas aventuras. Durante toda a trama vamos descobrindo pequenos detalhes de cada um dos personagens, eu por exemplo acredito que Adam Frankenstein é um personagem que terá grande participação e muita evolução durante os próximos volumes da série (pelos quais já me encontro ansiosa).

A edição deste livro está linda demais, a editora se superou nele! Amei também os títulos sugestivos e divertidos dos capítulos!

Viro a Cinderela Gótica por um dia

Então é isso pessoal, não irei dar spoilers da trama, leiam e se deliciem com essa maravilha de livro!

BOOKTRAILER


MINHA NOTA

ONDE COMPRAR: AMAZON SARAIVA
Este livro foi uma cortesia da Avec Editora

7.03.2018


SINOPSE: A destemida aviadora e espiã January Jones, uma mistura perfeita
de Amelia Earhart e Mata Hari, está de volta. Criada pelos holandeses Martin Lodwijk e Eric Heuvel em fins da década de 1980, este clássico personagem é desenhado no melhor estilo Linha Clara, bastante popularizado por Hergé, o pai de Tintim.

Desta vez, nossa heroína e seu mecânico Rik estarão às voltas, na França, com o misterioso crânio do Sultão de Mkwawa, tomado pelos alemães como troféu durante a Primeira Guerra. Tempos depois, a estranha peça vira objeto de cobiça, quando se descobre que pode ser a chave para encontrar um grande tesouro perdido. Nesta aventura, January terá que sobreviver a uma perseguição nas Catacumbas de Paris entre outros desafios. 

Em Corrida Contra a Morte, January Jones deixará os céus um pouco de lado para participar do Rali de Monte Carlo, uma famosa prova que existe desde 1911. Jones pilotará o Viragiro, um carro revolucionário que lhe trará muitas chances de alcançar a vitória. Enquanto tenta chegar ao fim do trajeto, ela luta contra espiões alemães, corredores desleais e encara muita neve.


Ficha técnica
Autor: Lodewijk & Heuvel
Editora: Avec
Ano: 2018
Páginas: 48
O Crânio de Mkwawa é o segundo volume da série January Jones, publicada atualmente pela Editora Avec no Brasil, o primeiro volume, Corrida contra a Morte foi lançada em 2016 e deixou os fãs de quadrinhos ansiosos por uma nova edição (essa que vos fala principalmente).

January Jones é uma aviadora e aventureira, e sua personalidade é cativante, assim como em Corrida da Morte em O Crânio de Mkwawa nos vemos envolvidos com um grande mistério, que vem de tempos muito antigos.

January acaba 'tropeçando' em uma nova aventura, quanto seu assistente Rik compra um crânio em uma loja de antiguidades, mal eles sabem que por trás deste crânio existe uma história muito importante, que pode ser motivo para uma série de pessoas irem atrás deles a ponto de tentar mata-los.


Durante toda a trama vamos descobrindo vários fatos históricos importantes, e os autores não nos deixam viajando as cegas, temos muitas referencias e explicações que deixam a história muito mais verossímil e intensa.



Apesar de ser o volume 2, você pode ler sem prejuízo nenhum, já que as duas histórias não apresentam nenhuma ligação aparente.

Enfim, é aquele tipo de HQ perfeito para quem já leu e gostou das Aventuras de Timtim, para os fãs de Indiana Jones e para quem ama uma personagem feminina forte e decidida!



MINHA NOTA

ONDE COMPRAR: AMAZON SARAIVA
Este livro foi uma cortesia da Avec Editora
Leia a resenha do vol.1 Aqui

Colaboradores