4.14.2018

[Resenha] O Quarto Dia

SINOPSE: Janeiro de 2017. Após cinco dias desaparecido, o navio O Belo Sonhador é encontrado à deriva no golfo do México. Poderia ser só mais um caso de falha de comunicação e pane mecânica... Se não fosse por um detalhe: não há uma pessoa viva sequer no cruzeiro. As autoridades acham indícios de uma epidemia de norovírus, mas apenas descobrem os corpos de duas passageiras. Para piorar, todos os registros e gravações de bordo sofreram danos irreparáveis. Como milhares de pessoas podem ter sumido sem deixar rastro? Teorias da conspiração se alastram, mas só há uma certeza: 2.962 passageiros e tripulantes simplesmente desapareceram no mar do Caribe.


Ficha técnica
Autor: Sarah Lotz
Editora: Arqueiro
Ano: 2016
Páginas: 352

Olá meus amores! Peguei este livro para ler, pois precisava de um bom suspense/ terror e a sinopse me lembrou muito um filme que eu gosto ( Navio Fantasma).
No livro O Quarto dia nos deparamos com o relato de uma viagem de cruzeiro, o navio O Belo Sonhador desaparece durante 5 dias, sem deixar rastros e quanto reaparece não existe nenhum sobrevivente, pelo menos é o que as autoridades querem demonstrar.
Começamos o livro aparentemente bem, nos três primeiros dias tudo ocorre bem, apesar de alguns percalços dos passageiros e tripulantes, mas o quarto dia, ah o quarto dia é muito louco, parece que as portas do inferno foram abertas. Uma pane no sistema elétrico de o Belo sonhador os deixa a deriva, a tripulação seguindo os protocolos tenta contato com terra, mas depois de um tempo percebem que não vai ser tão fácil, estão completamente isolados do resto do mundo.
É aí que começam as maluquices, um estuprador acaba matando sua vitima, e com o navio a deriva fica desesperado, a mulher morta é encontrada e ele começa a ver ela por toda parte, um menino misterioso atormenta uma das camareiras, uma médium que mal se mantém sozinha começa a pregar um novo mundo e sua assistente se vê atordoada com os acontecimentos.
O livro como um todo é confuso, é a primeira obra de Sarah Lotz que leio e sinceramente, não me surpreendeu, a trama tem certos pontos muito detalhados e outros completamente confusos. É uma história que tinha tudo para ser surpreendente e não foi, infelizmente.
O livro faz parte de uma série, o primeiro livro Os Três tem uma classificação de 3,5 no skoob, O Quarto dia trás algumas referencias ao primeiro livro mas nada que afete no entendimento se você não o tiver lido.
Então é isso galerinha! Já leram este livro ou outro da autora? O que acharam?

MINHA NOTA
ESTA RESENHA FOI ORIGINALMENTE PUBLICADA NO SITE PORTAL JU LUND
ONDE COMPRAR: AMAZON SARAIVA

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Colaboradores