The House of Night -Traída

The house Of Night - A Morada da Noite
Traída
Lançada em outubro de 2007 nos EUA e em 2009 no Brasil.

            No segundo volume da série Zoey Redbird vira líder das Filhas das Trevas.Nesta sequência, as autoras P.C Cast e Kristin Cast exploram mais profundamente a intensa carga erótica que povoa o universo adolescente. Aqui esta sensualidade é amplificada por estar ligada a uma crescente sede de sangue.
          Após sua marca se espalhar pelo corpo, ela vira o centro das atenções, Zoey se vê às voltas com o assédio do ex-namorado, Heath, e do poeta e professor da Morada da Noite, Loren, além de manter, mesmo que precariamente, seu namoro com o vampiro Erik Night. Paralelamente a suas aventuras amorosas, ela se envolve, mesmo a contragosto, com enigmáticos crimes que levantam suspeitas crescentes contra os vampiros, toda a calma acaba no momento em que Chris Ford, um jogador do Union e conhecido de Zoey, é atacado perto da Morada da Noite. Neferet espalha pela escola que Aphrodite não tem mais do dom de prever tragédias, o que a ex-líder das Filhas das Trevas acaba provando ser mentira para Zoey depois de um tempo. Outro jogador de futebol, Brad Hoglons, some perto da escola, o que leva os humanos a crer que os vampiros estão por trás disso.
      Os amigos de Zoey descobrem ter afinidade com determinados elementos, ajudando a terceira-formanda na formação do círculo dos elementos. Após Heath Luke, o ex-namorado de Zoey, desaparecer, e ela ter um sonho esquisito sobre ele, é hora da garota descobrir o que anda por trás das mortes. E o que ela descobre, não é o melhor. Com a morte de Stevie Rae, a traição de uma grande amiga e uma nova paixão, a Morada da Noite continuará sendo um lugar bom para se morar? Como se isso não bastasse, aumentam suas desconfianças de que algo estranho paira no ar em sua nova escola, possivelmente um aroma de traição. Em meio a tantas mudanças em sua vida, Zoey se sente cada vez mais confusa, principalmente em relação aos seus poderes e ao desejo de sangue que não pára de crescer.
Pequeno trecho do livro:


"– Vovó!

Ela me envolveu em seus braços e com o doce cheiro de lavanda que sempre a acompanhava, como se ela estivesse carregando um galho de lavanda para toda parte que ia.

– Ah, Passarinha! – ela me abraçou forte. – Que saudade de você, u-we-tsi a-ge-hu-tsa.

Eu sorri entre lágrimas, adorando ouvir o som familiar da palavra “filha” em Cherokee – que para mim representava segurança, amor e aceitação incondicional. Coisas que eu não sentira em minha casa nos últimos três anos; coisas que, antes de vir para a Morada da Noite, só encontrava na fazenda de minha avó."

Nenhum comentário

Postar um comentário

Faça uma Blogueira Feliz!

You can replace this text by going to "Layout" and then "Page Elements" section. Edit " About "