11.09.2016

[Resenha] Amos e Masmorras - A Submissão

SINOPSE: Em mais uma excitante série, a renomada autora Lena Valenti aborda agora as nuances do universo BDSM. Amos e Masmorras é um dos mais recentes sucessos da autora e se tornou best-seller internacional. A agente Cleo Connelly, integrante do corpo de polícia em Nova Orleans, é uma mulher atraente e destemida, que não mede esforços e impulsos na resolução dos casos que assume. Certo dia, entretanto, ela é designada para investigar, junto ao FBI, uma lucrativa rede de tráfico humano. Para cumprir a missão, ela precisará se inserir em um contexto inusitado: visitar a cena BDSM do país e participar das práticas de sodomia e dominação instituídas no torneio Dragões e Masmorras DS. Agindo como agente infiltrada, Cleo terá de pesar os limites de sua própria luxúria nesta implacável caçada, considerando também a arrebatadora atração que sente por Lion Romano, seu parceiro no caso. Mas será que, no meio do caminho, ela vai gostar de ser submissa? Renda-se aos deleites desta intrigante e sensual narrativa!

RESENHA

Fiquei mais curiosa pelo livro ter um enredo policial do que pelo tom erotico do livro, entendam eu não li Cinquenta Tons de Cinza e não digo que nunca vou ler, e gosto de livros eroticos mas nesse caso o que me chamou atenção foi o enredo policial, e vou confessar a vocês esse livro é muito bom!
O mais interessante neste livro é que somos apresentados ao universo do BDSM de uma forma muito clara e sem rodeios.
"O BDSM é uma viagem de auto-descobrimento, onde cada passo que dão juntos — amo e submissa — devem andar na mesma direção, numa mesma vibração".

Em Amos e Masmoras conhecemos Cleo, uma policial  que sonha em entrar para o FBI, assim como sua irmã Leslie e Lion, alguém que ela não consegue se dar bem. Ela vê a opornidade bater a sua porta, quando é designada para fazer parte de um caso sobre trafico de pessoas, só que para se infiltrar ela terá que testar seus limites, ela terá que se tornar uma submissa e entrar em um jogo, um torneio chamado Dragões e Masmorras DS e o responsável por treina-la é ninguém menos que Lion.
Lion por sua vez é um praticante do BDSM e se vê na dificil missão de tornar Cleo, uma mulher decidida e dona de si, em uma submissa, e por mais que tente negar as possibilidades são instigantes.
"A casa e a cama da sua nova e desejada companheira o esperavam.Uma antiga amiga. Uma futura agente.E sua atual escrava."
É muito interessante ver o desenrolar dessa trama, Lena Valenti consegue nos introduzir no mundo BDSM sutilmente, vamos aprendendo com Cleo e Lion sobre o prazer da dominação e submissão, ela nos passa que o BDSM é uma questão de confiança entre Dominador (Dominatrix) e Submissa(o).
"Em alguns momentos, as masmorras de dominação passam a fazer parte de você: uma de autoconhecimento e outra de transmutação. Você entra como lagarta e sai como borboleta."
O que falar do romance presente neste livro? É intenso e quente, as cenas de sexo são intensas, eroticas sem exageros, por vezes engraçadas e por vezes tão profundas que te transportam a um mundo diferente. É necessario ter em mente que no momento que este livro termina você vai querer a sequencia, pois o final é tão arrebatador quanto a história em si.

"O coração de um amo fica em uma masmorra muito perigosa, e só uma princesa com alma de dragão pode conquistá-lo. Quando eu entregar meu coração, será para sempre." 
MINHA NOTA 

FICHA TÉCNICA 

Titulo Original: Amos y Mazmorras
Autor: Lena Valenti
N° de Páginas: 416
Onde Comprar: SubmarinoSaraivaCulturaAmericanasAmazon


Beijinhos da Paty 


2 comentários:

  1. Paty adorei a resenha!! Voce6sabe que ganhei o livro e ainda não consegui lê-lo, mas pretendo resolver isso muito em breve.
    Bjs

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Naná tenho certeza que você vai adorar este livro, até porque o enredo se mistura e é uma caçada policial, é muito bom mesmo!

      Excluir

Colaboradores Ocasionais