[Resenha] Sem Vergonha

SINOPSE: Julianna Costa, autora de 23 noites de prazer e 4 semanas de prazer, lança seu novo romance, Sem Vergonha, que traz Mina Bault e Ryker Strome em uma intensa e perigosa fuga pela Europa. Mina é uma jovem bem-sucedida profissional e academicamente. No entanto, nem todos os setores de sua vida possuem tanto êxito, pois sua virgindade continua intacta mesmo após tantas tentativas de perdê-la. Então, Mina contrata um garoto de programa para enfim solucionar esse pequeno "problema". Após alguns incidentes bem inusitados entre quatro paredes, Mina decide voltar para casa. No caminho, ela e Ryker– o garoto de programa – se tornam testemunhas de um crime cometido pela máfia russa em Paris e, consequentemente, se tornam alvos dessa organização. Essa única noite terminará com os dois fugindo para a Holanda a fim de salvarem suas vidas. Contudo, apesar do perigo eminente, ambos se deixam envolver por uma atração avassaladora e talvez a noite de Amsterdã seja muito convidativa para que Mina tente, mais uma vez, entregar-se de corpo e alma a Ryker.

RESENHA

O titulo desse livro maravilhoso já dá uma dica do seu conteúdo certo? Bem nem tanto, apesar de ser um livro erótico ( adoroooo) Sem Vergonha tem uma carga emocional muito grande, também temos durante a leitura fugas alucinantes e um humor muito bem empregado. Então que tal conhecer um pouco mais desse livro maravilhoso escrito pela autora Julianna Costa?

Tudo começa com Mina Bault, uma mulher jovem que quer perder a virgindade, é isso aí gente, mas parece que por mais que ela tente não consegue.

"- Minha virgindade não conhece fronteiras, vocês não sabem? Ela resiste a tudo."


Então ela, na verdade uma amiga, resolve que tem que acabar com isso de uma vez, e resolve que um garoto de programa será o ideal. Ela vai para o motel esperando o seu garoto de programa, e quando batem a porta ela cai em cima, sem perguntar, já agarrando com vontade e tudo, só que não era esse o garoto dela eu quase me matei rindo nessa parte gente muito engraçada a reação dela.
Depois dessa mancada dela Ryker chega, um gato de tirar o folego gente, só que Mina não consegue, apesar de tentar acaba fugindo dele, e esse é o seu erro, pois os dois acabam presenciando um crime, e isso pode literalmente ser o fim da vida deles.

"- Oh, merda! - Ele suspirou, me puxando pela cintura e me forçando a me abaixar. - Aquele é ...Seja lá quem ele fosse, o garoto de programa não teve tempo de concluir a frase. O homem alto e corpulento puxou a arma do cós das calças e atirou no outro. Levei as mãos a boca e dei um grito."

E achando que nada vai acontecer com eles ela quer voltar para casa, mas a pedido de Ryker ela não volta, qual não é a surpresa dela ao descobrir que a sua casa explodiu misteriosamente por causa de um "vazamento de gás"

"Era a minha casa.Alguém tinha explodido a minha casa.Andei até o móvel onde estava a televisão e me ajoelhei no chão quase enfiando o nariz na tela. Tive vontade de rir de desespero. Não é possível. Minha vida é normal. Não é um filme e, se fosse, seria uma daquelas comédias trágicas que você nunca decidi se ri ou chora pela mocinha. Definitivamente, não seria um thriller."

Então Mina se vê obrigada a se esconder com Ryker em um clube de striptease em Amsterdã. Junto com aquele homem lindo e gostoso e com quem ela não havia conseguido transar. 

"Provocar Mina era engraçado. Tirava a minha mente da nossa situação de insegurança. Ela se envergonhava com facilidade e rapidamente passei a testar os limites de sua vergonha em meu projeto pessoal."

Ryker é um mistério, seu jeito tudo nele atrai Mina, mas ele não quer se envolver, só que toda a tensão por que estão passando e o fato de Mina ter que fingir que é uma stripper, completamente tímida e virgem, o atrai mais ainda. Ela se torna a Tímida, um show esperado por todos na boate, e pode ajudar a salvar o clube.
Mina também se vê extremamente envolvida por Ryker, e não sabe o que pensar ou fazer. 

"Mas seu jeito safado e descontraído estava constantemente presente: uma lembrança permanente de que ele era um garanhão descarado que tentava me conquistar apenas porque eu tinha dito que ele não conseguiria. (...)Eu fingia que ele não me agradava. Fingia que não me atingia.Era um modo de me proteger, afinal ele estava brincando comigo e eu sabia.Mas o maior problema é que eu estava gostando."

Além de Mina e Ryker temos vários personagens instigantes e interessantes, e o final deste livro é maravilhoso e lindo, e um pouquinho triste também. Recomendo muitíssimo este livro e quero muito ler a continuação, Sem Pudor, que já foi publicada, mas não se preocupe se você quiser ler somente o Sem Vergonha o livro tem um final. Mas eu acho quase impossível que você não queira ler a continuação.

MINHA NOTA


FICHA TÉCNICA

Titulo Original: Sem Vergonha

Autor: Julianna Costa
N° de Páginas: 368
Skoob: Sem Vergonha
Onde Comprar: SubmarinoSaraivaCulturaAmericanasAmazon 


E aí já leu? Gostou? Me conta!
Beijinhos da Paty ;)

Nenhum comentário

Postar um comentário

Faça uma Blogueira Feliz!

You can replace this text by going to "Layout" and then "Page Elements" section. Edit " About "

Layout por Maryana Sales - Tecnologia Blogger