[Resenha] Confissões de Uma Garota Excluída, Mal - Amada e (Um Pouco) Dramática

SINOPSE: Tetê acaba de se mudar com a família toda para Copacabana, no Rio de Janeiro, para a casa dos avós. O lindo e espaçoso apartamento da Barra da Tijuca em que morava teve que ser vendido, pois com a crise o pai foi demitido, e o resultado é que a vida dela virou de cabeça para baixo. Além de perder a privacidade, tendo que dividir o espaço com cinco parentes malucos que brigam o tempo todo, ela perdeu todas as suas referências. A única coisa que a deixa feliz é cozinhar. E, claro, comer as delícias que faz.
O lado bom foi se livrar do antigo colégio, no qual sofria bullying por causa de seu jeito peculiar. Sem contar sua desilusão amorosa... O problema é que ela está apavorada, porque agora tudo será novo e estranho, com o ensino médio, com a nova escola, e sem conhecer ninguém. E morre de medo de ser excluída ou de sofrer bullying novamente. Ela está bem mal, para dizer a verdade. Ou talvez seja um pouco de drama, porque já no primeiro dia as coisas parecem ser um pouco diferentes... Pelo jeito, tudo vai mudar, e para melhor.

 RESENHA
Peguei esse livro de titulo enorme e muito engraçado para ler depois de uma ressaca literária das brabas, pensei que um livro um tanto adolescente e previsível seria bem legal, e esse como tantos outros parecia ser o ideal, o que eu não esperava era me identificar com alguns muitos aspectos da história de Tetê. 

Então vamos conhecer um pouco dessa história estranha e engraçada?
Tetê é uma adolescente e como tal sofre muito, e no caso dela não é frescura ou drama, sofre muito bulling por ser de seu jeito unico e tem uma dificuldade muito grande em fazer amigos, e o o pior de tudo: sua própria familia não a aceita como ela é.
“As pessoas se dividem em duas categorias: as que são convidadas para tudo e as que são convidadas para nada. Eu, obviamente, me enquadro no segundo grupo.” 
Tudo piora quando seu pai perde o emprego e eles precisam ir morar na casa de seus avós, mas nem tudo pode ser ruim não é? A mudança de escola pode trazer uma nova oportunidade para ela, deixar aquele lugar onde ela era torturada e conhecer novas pessoas pode ser tudo o que ela precisa para reanimar a sua auto estima.
E é disso que o livro se trata, da superação, Tetê é forçada pela sua mãe a ir em um psicologo e isso pode ser bom, pois contar os seus infortunios para alguém que não está diretamente ligado a ela pode ser um alivio, tudo que Tetê precisa é acreditar em si mesma, acreditar que pode fazer amigos e acreditar que pode ser diferente, que isso não a torna ruim.
Enfim este é um livro que me surpreendeu por sua simplicidade e também profundidade, dá pra entender isso? Imagino que para adolescentes que estão passando por isso nesse momento, bulling, falta de amigos e auto estima, falta de apoio da própria familia é uma inspiração, é algo para se pensar, porque nós somos maravilhosos do jeito que somos, e apesar de mudanças serem ótimas devemos faze-las por nós e não pelos outros.
"A gente costuma pôr a culpa das coisas nos outros e em geral espera que os outros mudem, que o mundo mude, mas a verdade que descobri é que nada muda. Mas se a gente der um passo, um passinho que seja em direção a fazer algo diferente pela gente mesma e modificar quem a gente ém plim! A mágica acontece e tudo muda ao nosso redor! "
Com personagens cativantes (nota 10 para o Zeca) e uma leitura fluida o livro da Thalita Rebouças é ótimo, seja para curar uma ressaca literária ou simplesmente para curtir um final de semana.

MINHA NOTA

 


FICHA TÉCNICA
Titulo Original: Confissões de Uma Garota Excluída, Mal - Amada e (Um Pouco) Dramática
Autor: Thalita Rebouças
N° de Páginas: 272
Editora: Arqueiro
Onde Comprar: SubmarinoSaraivaCulturaAmericanasAmazon

Beijinhos da Paty ;)

Nenhum comentário

Postar um comentário

Faça uma Blogueira Feliz!

You can replace this text by going to "Layout" and then "Page Elements" section. Edit " About "

Layout por Maryana Sales - Tecnologia Blogger