[Resenha] Trono de Vidro - Conheça a Assassina

SINOPSE: Nas sombrias e sujas minas de sal de Endovier, uma jovem de 18 anos está cumprindo sua sentença. Celaena é uma assassina, e a melhor de Adarlan. Aprisionada e fraca, ela está quase perdendo as esperanças quando recebe uma proposta. Terá de volta sua liberdade se representar o príncipe de Adarlan em uma competição, lutando contra os mais habilidosos assassinos e larápios do reino. Endovier é uma sentença de morte, e cada duelo em Adarlan será para viver ou morrer. Mas se o preço é ser livre, ela está disposta a tudo.

***************

RESENHA
Olá meus amores! Que tal conhecer um universo maravilhoso e uma personagem muito irreverente? Então vou levar vocês para conhecer o mundo maravilhoso criado por Sarah J. Maas.

Celaena Sardotien tem 18 anos e está presa no pior confinamento conhecido em Endovier, as minas de sal. Porque está presa? Ela é uma assassina, uma das melhores conhecidas (ou pior não sei bem como dizer isso), por um ano ela passa pelos piores castigos, e chega ao ponto de quase ficar sem esperanças de escapar, mas nem tudo está perdido, apesar de não ser uma história da Disney, um príncipe aparece para resgata-la. Será mesmo?

Não é bem isso, Dorian Havilliard não quer salvar Celaena, ele quer salvar a si próprio, ele quer que ela lute por ele e veio recruta-la. Ela vai lutar em uma competição, como escolhida de Dorian, e se ela vencer será a campeã do Rei, o mesmo rei que dizimou o seu povo, aquele que a tornou o que ela é hoje e terá que obedecer até que ele a liberte.

Essa é a sua única chance de escapar das Minas, mas para ser vitoriosa ela terá que enfrentar todos os tipos de competidores, e a concorrência não joga limpo, além de ter que se demonstrar incapaz, ela precisa fingir ser o que não é e isso vai contra toda a sua natureza.

Precisando enfrentar vários inimigos e um assassino Celaena deverá lidar com seus sentimentos, afinal ela é uma garota e não está imune ao charme dos homens, de um lado um príncipe, charmoso e cordial do outro Capitão Chaol, seu treinador impassível e mal humorado (mas mesmo assim um doce).

“O Capitão mordeu o pão. Celaena o observava com a cabeça inclinada. Algumas vezes ele sentia que ela o olhava como se Chaol fosse um camundongo e Celaena, um gato. Restava saber quando viria o bote”

Celaena é uma personagem cativante, desde o primeiro momento ela demonstra a que veio uma assassina que ama ler, sarcástica e delicada, astuta e meiga. Uma perfeita loba em pele de cordeiro.

” – Aprender a perder com graciosidade não foi parte de seu treinamento?– Não – respondeu Celaena, com amargura – Arobynnme dizia que o segundo lugar é apenas um título bonitinho para o primeiro perdedor.”

O interessante nesta série, é que temos uma clareza muito grande dos personagens, não existe uma separação clara entre quem é bom ou mal, existe uma mescla o que dá uma sensação muito boa! Acho que o único personagem que me deixou muito intrigada foi o Rei, tem algo ali muito errado.

— Você é surpreendentemente crítica.— Por que ter uma cabeça se não a usa para criticar?— Qual é o propósito de ter um coração se não o usa para poupar os outros das críticas duras de sua cabeça?

O que eu posso falar da edição do livro? É linda assim como os outros livros da série, e adoro que a Editora mantém as capas originais.

Bem espero que tenham gostado da resenha! Já leu este livro? Vai ler? Me conta aí.

MINHA NOTA


FICHA TÉCNICA 
Titulo Original: Throne of Glass
Autor: Sarah J. Maas
N° de Páginas: 392 
Editora: Galera Record 
Onde Comprar: SubmarinoSaraivaCulturaAmericanasAmazon

Beijinhos da Paty ;)

Nenhum comentário

Postar um comentário

Faça uma Blogueira Feliz!

You can replace this text by going to "Layout" and then "Page Elements" section. Edit " About "