[Resenha] Meu Par Ideal, de Bernadete Estanini


 
Sinopse: Augusto é um policial federal lindo e um tanto austero e Marina uma jovem pediatra em ascensão. Em uma noite fria de inverno eles se conhecem por acaso, após um pequeno incidente com o carro da sua melhor amiga Paula, as duas ficam em pânico diante da situação e do risco iminente. Até que dois homens se aproximam para ajudá-las. Um deles é Augusto Bittencourt incrivelmente sedutor. Que a princípio se comporta de maneira rude e grosseira. Mas com uma troca de olhares surgem sensações nunca sentidas por ambos e aos poucos eles se entregam a essa paixão avassaladora. Para ficarem juntos o casal terá que superar muitos obstáculos ao longo desse romance, principalmente com a ex de Augusto, Cláudia, uma mulher atraente, sedutora e extremamente ambiciosa. Também será um obstáculo o ex de Marina, Diego, seu chefe no setor de pediatria no Hospital Santa Clara, um homem agressivo que passa a perseguir Marina após o rompimento do relacionamento. Mesmo diante de tantas dificuldades impostas pela vida para separá-los, o casal unirá forças em nome desse amor.

Resenha

Prisioneiro. Essa palavra resume todo o sentimento que tive enquanto lia esse livro. Fiquei prisioneiro de Marina e Augusto em sua história envolvente e cativante, com ciúmes, amor, declarações e mais amor. Uma história cheia de sexo, de paixão, de surpresas e algumas reviravoltas.

O livro é todo narrado por Marina, uma pediatra do renomado Hospital Santa Clara. Ele tem início com mais um plantão bem-sucedido, onde Marina quer ir para casa e descansar. Paula, sua melhor amiga e colega de apartamento, convida-a para ir a uma festa na casa noturna Red.

No meio do percurso, descobrimos que Paula é uma motorista um pouco avoada e, graças a isso, as duas meninas ficam "travadas" em uma escura e vazia estrada a caminho da festa. Um carro aproxima-se e dele descem dois homens. Isso pode ser perigoso em vários sentidos, mas, naquela noite, o que os meninos queriam era apenas o coração das donzelas em perigo. Clichê? Talvez um pouco. Mas acredite, a história não é toda clichê.

Augusto e Otávio trabalham na Polícia Federal e ajudam as meninas a trocarem o pneu e, graças a isso, algo maior que uma amizade começa.
Augusto e Marina, Otávio e Paula formaram um quarteto envolvente, de amizade, cumplicidade e amor. Desse ponto seguem-se emoções que apenas lendo conseguimos entender.

Mas como na vida nem tudo são flores, o jovem casal protagonista tem dois pequenos problemas. Problemas esses que tem nome, telefone, endereço e muita falta de caráter: Diego, ex namorado de Marina e Cláudia, ex de Augusto, tentarão de diversos modos acabar com esse romance, que quase conseguem por várias vezes.


- Bom dia, príncipe! Augusto sempre achava engraçado ser chamado assim.

O livro tem um desenrolar gostoso, não posso negar, mas em alguns momentos me revoltei com algumas atitudes machistas do Augusto, como o fato de mandar Marina parar de rebolar enquanto caminha. 

A revisão e diagramação do livro apresenta alguns errinhos, mas nada que não permita que a leitura flua normalmente.

Recomendo a leitura, afinal, os sentimentos que foram postos nesse livro precisam ser sentidos e uma trilha sonora que merece ser escutada!

Minha Nota

Ficha Técnica
Título: Meu Par Ideal
Autora: Bernadete Estanini
Editora: Arwen
Páginas: 301
Ano da Edição: 2017


2 comentários

  1. Obrigada Ed, seu lindo!!!!! Alegrou meu dia. Beijos.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Eu que agradeço, Be!! Obrigado pelo ótimo livro! Beijos. <3

      Excluir

Faça uma Blogueira Feliz!

You can replace this text by going to "Layout" and then "Page Elements" section. Edit " About "