4.25.2017

[Resenha] O Sol também é uma estrela - Nicola Yoon


Sinopse: Natasha: Sou uma garota que acredita na ciência e nos fatos. Não acredito na sorte. Nem no destino. Muito menos em sonhos que nunca se tornarão realidade. Não sou o tipo de garota que se apaixona perdidamente por um garoto bonito que encontra numa rua movimentada de Nova York. Não quando minha família está a 12 horas de ser deportada para a Jamaica. Apaixonar-me por ele não pode ser a minha história.

Daniel: Sou um bom filho e um bom aluno. Sempre estive à altura das grandes expectativas dos meus pais. Nunca me permiti ser o poeta. Nem o sonhador. Mas, quando a vi, esqueci de tudo isso. Há alguma coisa em Natasha que me faz pensar que o destino tem algo extraordinário reservado para nós dois.

O Universo: Cada momento de nossas vidas nos trouxe a este instante único. Há um milhão de futuros diante de nós. Qual deles se tornará realidade?

Minha Nossa Senhora do Hype, me segura. Eu ouvi falar desse livro tanto, mas tanto que tive até medo quando recebi ele aqui em casa, mas por já ter tido uma experiência maravilhosa com a autora eu comprei logo na pré-venda e me joguei na leitura.
Primeiro de tudo, preciso dizer que a história não é somente sobre a Natasha e o Daniel, ela é sobre o destino e as pessoas que cruzam diariamente com a gente e talvez a gente nem perceba, é sobre nossos pais que também tem sua história e até mesmo aquela pessoa que pode ser a salvação ou não de nossos desejos. O Sol também é uma estrela é fácil de se identificar. São pessoas lutando diariamente para vencer seus medos, alcançar seus objetivos, entender quais são os próprios sonhos. Ninguém cruza seu caminho sem deixar algo na sua vida. Talvez aquela conversa inesperada te dê a chance de oportunidades melhores. Mostra como as vezes usamos as pessoas como bengala para poder seguir nossas vidas, e não gente, somos nós que precisamos nos levantar e andar sozinhos para que assim então, alguém de fato nos acompanhe.

" - Seu irmão estava certo. Isso não vai dar em nada. Além do mais você não me ama, Daniel. só está procurando alguém que o salve. Salve a si mesmo."


Outro ponto que me chamou muito atenção são os relacionamentos familiares, e como as vezes nossos pais esperam muito de nós. Por desejarem para seus filhos aquilo que não tiveram. Por sonhar com uma vida melhor para os seus já que não tiveram para si. Ou então aqueles que vivem a sonhar e sonhar e acabam esquecendo dos que esperam por eles. O relacionamento familiar complicado é um dos pontos mais interessantes no livro na minha opinião. Gosto de analisar e pensar em como poderia ajudar essas pessoas. Um viva para Psicologia que não sai da minha cabeça



"- Você não é o seu pai - afirmo.Mas ele não acredita. Entendo seu medo. Quem somos nós senão produtos dos nossos pais e da história deles?"


Eu gostei muito da história em si, apesar de sentir empatia pelos personagens nem todos me cativaram da forma que eu gostaria, intercalando o presente e passagens do futuro é uma leitura rápida, ótima para se pensar a respeito e rolar aquela identificação básica. Em suma, super indico.

Um beijo e até a próxima!


Nota da Tia Jéh:


                                                 



Título Original: The Sun Is Also a Star
Autor: Nicola Yoon
Skoob: O Sol também é uma estrela
Onde Comprar: Amazon / Saraiva (opção de brinde) / Submarino

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Colaboradores Ocasionais